Clássicos

Poderia chama-los de dramáticos? Sim, afinal é a vida: um doce-amargo.

Então para começo de post e o primeiro do blog, tenho que falar dos que já li… Todos eles são a narrativa de um estilo de vida. São percepções inteligentes e aprofundadas (cof cof) do ser-humano, até Freudiano: por que não pensei nisso antes?

E eu os adoro por me fazer enxergar possibilidades, entender pontos de vista; não aceitar opiniões, mas respeitar. Ver que existe um mundo fora da minha visão, mas que está ao meu alcance. Eu aprendi tudo isso com eles e cito os livros clássicos, por que foi por onde começou minha paixão por literatura.

Abaixo  meus 5 primeiros:

* A Idade da Razão – Sartre

Filosófico, psicológico, fala da sociedade na qual o personagem está inserido. Esses são elementos que me atraem bastante. Esse livro foi meu primeiro clássico. Me arrancou da zona de conforto mental e tive que ler de novo  para saber se realmente foi aquilo o que tinha entendido.

*Cem Anos de Solidão – Gabriel García Márquez

É a estória de uma família, os Buendía, desde a formação de uma comunidade até sua extinção. E se você não sabe o que é um mestre, leia, pois o desenvolvimento é absurdamente perfeito. Ele te guia pelos laços e de repente te corta, para sempre. Terminei esse livro e fiquei chocada, sim essa é a palavra.

*O Sol Também se Levanta – Ernest Hemingway

Paris, Espanha, touradas, paixão… Com certeza um dos meus autores favoritos, mostra a vida simplesmente nua e crua, seus sentimentos, e com a melhor parte: a narrativa.

*Orgulho e Preconceito – Jane Austen

Meu Deus o que eu poderia falar de Jane ♥ ? Esse livro me deu um medo, por pensar que a autora poderia me iludir e me arrasar no final, mas sem dar spoiler… É uma estória de amor, de orgulho, é sobre dinheiro, status e Mr. Darcy ♥. Gosto bastante de Jane, pois ela se aprofunda mesmo na personalidade dos personagens. E como ela é inteligente!!!!

*A Metamorfose – Franz Kafka

Quase passo mal lendo esse livro. É sobre uma mudança radical na vida do protagonista. Em uma determinada manhã ele acorda e está completamente transformado. É uma loucura. Nunca pensei que leria algo tão diferente. O que me induziu a pensar em literatura fantástica. Me causou revolta, pena, enjoo, náusea… Mais uma obra prima.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s